Não se oponha ao fluxo da vida

 

“Ouvistes que foi dito: Olho por olho e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra” (Mateus 5.38-39)

Uma das coisas que mais me fascina no evangelho é o seu caráter infinito (também, pudera, ele é o próprio Deus na forma de Verbo, se observarmos o capítulo 1 do livro de João).

Uma única palavra ou expressão traz várias linhas de pensamento.

Essa passagem, por exemplo, do Sermão da Montanha em que Jesus diz para não resistirmos ao mal, no contexto em que ele fala, compreende-se para não revidarmos uma afronta.

O fluxo da vida

Entretanto, analisando para além desse contexto, este ensinamento me lembrou o que disse o autor Eckhart Tolle no livro “O poder do agora”.

Ao longo de sua narrativa, Tolle é bastante enfático quanto à importância de não nos opormos ao fluxo da vida porque, segundo analisa, se assim procedermos, atrairemos sofrimento. 

Para ele, o único lugar onde podemos sentir o fluxo da vida é no agora e isto significa que se entregar é aceitar o momento presente sem restrições e sem nenhuma reserva. 

“É abandonar a resistência interior aquilo que é”, diz.

Segundo o autor, a resistência interior acontece quando dizemos “não” para aquilo que é, através do nosso julgamento mental e de uma negatividade emocional – o que se agrava especialmente quando as coisas “vão mal”.

Conforme sustenta, isto significa que há um espaço entre as exigências ou expectativas rígidas da nossa mente e aquilo que é. 

“Esse é o espaço do sofrimento”, sugere.

De acordo com Eckhart Tolle, é precisamente nesses momentos que a entrega deve ser praticada, caso queiramos eliminar o sofrimento e as mágoas da nossa vida.

“Se há infelicidade, negatividade ou qualquer forma de sofrimento, significa que existe resistência, e a resistência é sempre inconsciente”, afirma o autor.

Resistir é sofrer

Voltando ao ensinamento de Cristo sobre não resistirmos ao mal, vamos ao dicionário saber o significado da palavra “mal”.

Entre os vários significados elencados pelo site Dicio.com, irei me ater a este: “que prejudica ou machuca”.

Agora, analisemos aquilo que nos prejudica ou machuca no nosso dia a dia.

Vamos trazer um hipotético exemplo para ilustrar esta linha de pensamento.

Suponhamos que você está angustiado por causa de uma série de problemas que vem atravessando.

Esses problemas lhe prejudicam e machucam, correto? 

Agora, de todos esses problemas, pense em um como exemplo que você não tem como resolver no momento.

Quando se angustia porque não tem como resolver, você está resistindo a esse mal. 

E Jesus disse: “Não resistais ao mal”. 

Quando você resiste, está atraindo sofrimento porque está se opondo ao fluxo da vida – porque ela é assim: feita de bons e maus momentos. 

Então, me lembro da letra de Valdeci Aguiar:    

♫♪ Sei que a vida não é / Só de momentos bons / É, há tempos difíceis / A vida é mesmo assim / Mas se a gente colocar / A nossa fé em ação / Vai dar tudo certo ♫♪

É aí que entra, de fato, a nossa consciência de obedecer quando a palavra diz:

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará” (Salmos 37.5).

É quando temos a oportunidade de colocar a nossa fé em ação e descansar a nossa alma no bom mestre lançando sobre ele toda a nossa ansiedade (1 Pedro 5.7). 

Quando fazemos isso, a Bíblia chama esse comportamento de se inclinar para as coisas do Espírito. E "a inclinação do Espírito é vida e paz" (Romanos 8.6).

Assista no YouTube: 



Comentários